Sousa elimina o Cruzeiro, maior campeão da Copa do Brasil na 1ª fase

27
0
COMPARTILHAR

O Sousa está classificado pela primeira vez para a segunda fase da Copa do Brasil. Jogando na noite desta quarta-feira (21) no encharcado gramado do estádio Marizão, o Dino marcou duas vezes no final da partida e venceu o Cruzeiro-MG por 2 x 0. Vale lembrar que o time mineiro é o maior vencedor da competição com seis títulos.

Com o resultado, o Dinossauro segue na competição e aguarda agora o vencedor do duelo entre Petrolina e FC Cascavel, que se enfrentam na próxima quarta-feira (28), às 19h30.

O Dino mantém uma incrível marca. O time manteve ampliou a marcar de não perde como mandante para 18 partidas (1 ano e 1 mês), sendo agora 17 vitórias e 1 empate nesse período.

Premiação

Por participar da primeira fase, o Sousa embolsou R$ 787,5 mil e o Cruzeiro R$ 1,47 milhão. Com a classificação, o time paraibano embolsa mais R$ 945 mil e a Raposa deixou de arrecadar mais R$ 1,78 milhão.

O jogo

O jogo no Marizão teve um componente que nenhuma das equipes esperavam: a chuva. Com o gramado encharcado, o jogo ficou em vários momentos truncados. E como era de se esperar, o Cruzeiro iniciou a partida com mais posse de bola – ou a tentativa dela. Mas com o Dino jogando com três zagueiro e bem fechado, restou os chutes de fora da área. E foram três nos primeiros 15 minutos, sendo os melhores com Gasolina e Marlon.

Apesar de não ter o controle do jogo, foi o Sousa que teve as melhores oportunidades do primeiro tempo. A principal deles aconteceu aos 22 minutos. Leozinho recebeu lançamento longo, dominou e mandou de canhota. A bola explodiu no travessão.

Um pouco depois a Raposa deu a sua melhor resposta no jogo. Aos 29, Bruno Fuso foi obrigado a fazer ótima defesa com o pé após chute forte de Arthur Gomes de primeira.

Mas a reta final da primeira etapa foi totalmente dos mandantes. Primeiro, aos 39, Machado falhou e deixou Diego Ceará cara a cara com Rafael Cabral. O camisa 9 chuta forte, mas parou na ótima defesa do goleiro cruzeirense. E aos 44 foi a vez de Jackson arriscar um chute de fora da área e fez Rafael Cabral trabalhar novamente.

No segundo tempo, o jogo ficou mais equilibrado. Com o gramado ainda mais encharcado, já que a chuva não deu trégua, os times, entretanto, não tiveram muitas chances claras de gol. O jogo ficou mais disputado e com muitas faltas.

Precisando do gol para vencer e se classificar, o Sousa, entretanto, não desistiu. Com dois gols de Danillo Bala no final da partida, aos 43 e 49, o time conseguiu algo inédito na sua história: avançar para a segunda fase. E mais: eliminar o maior campeão da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA

Sousa 2

Foto: Jefferson Emmanoel

Bruno Fuso; Iranílson, Adriano Seixas, Marcerlo Duarte, Breno Cézar (Goldeson) e Jackson Santos; Hebert (Juninho Paraíba) Cristian, Leozinho (Ewerton Portiguar), Alexandre Aruá e Diego Ceará; Michel Potiguar (Danilo Bala). Técnico: Paulo Schardong.

Cruzeiro 0

Rafael Cabral; Wesley Gasolina (William), Zé Ivaldo, Neris e Marlon; Lucas Romero (Ian Luccas), Lucas Silva (Japa), Felipe Machado e Matheus Pereira; Arthur Gomes (João Pedro) e Dinenno (Rafael Elias). Técnico: Nicolás Larcamón.

Local: Marizão, em Sousa-PB
Árbitro: Rafael Rodrigo Klein (FIFA-RS)
Assistentes: Maira Mastella Moreira (FIFA-RS) e Fabricio Lima Baseggio (RS)
Cartão amarelo: Hebert, Adriano Seixas (Sousa); Lucas Silva, Zé Ivaldo, Arthur Gomes, William (Cruzeiro)
Gols: Danillo Bala, 43/2ºT e 49/2ºT (Sousa)
Público: 2.930
Renda: 34.600,00

PB Esportes com informações de Anderson Malagutti\ NE45

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui