Deputado Ruy Carneiro é condenado a 20 anos de prisão

12
0
COMPARTILHAR

O deputado federal Ruy Carneiro (Podemos; foto) foi condenado pela Justiça da Paraíba a 15 anos e dez meses de reclusão e 04 anos e 04 meses de detenção pelos crimes de peculato, fraude em licitação e lavagem de dinheiro. O caso remete a 2009, ano em que Ruy era secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer no governo Cássio Cunha Lima.

O deputado federal Ruy Carneiro (Podemos; foto) foi condenado pela Justiça da Paraíba a 15 anos e dez meses de reclusão e 04 anos e 04 meses de detenção pelos crimes de peculato, fraude em licitação e lavagem de dinheiro. O caso remete a 2009, ano em que Ruy era secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer no governo Cássio Cunha Lima.

Além de Ruy, outras três pessoas foram condenadas, e duas inocentadas pela Justiça. A sentença foi proferida na quinta-feira, 22, pelo juiz Adilson Fabrício Gomes Filho, e se tornou pública neste domingo, 25.

“Segundo as investigações restou detectada fraude licitatória, superfaturamento de produtos, desvio de recursos públicos, danos ao erário, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro”, diz trecho da sentença.

Ruy Carneiro também foi condenado a devolver R$ 750 mil aos cofres públicos.

O juiz afirmou que a investigação encontrou evidências de fraude em licitações, preços inflacionados de produtos, desvio de dinheiro público, prejuízo aos cofres públicos, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Estima-se que o prejuízo seja de cerca de R$ 1,5 milhão.

Os condenados Ruy Carneiro, Luiz Carlos Chaves, Daniel Pereira de Souza e Fábio Magib Mazhunni Maia poderão recorrer em liberdade.

De acordo com a denúncia do Ministério Público da Paraíba, Ruy e os outros foram acusados de participar de uma quadrilha que fraudava licitações para desviar e lavar dinheiro público, no que ficou conhecido como Caso Desk.

A Justiça aceitou a denúncia em 2018. A investigação começou em agosto de 2013, quando o Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) detectou irregularidades em contratos assinados em janeiro de 2009, entre a Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer e a empresa Desk Móveis Escolares e Produtos Plásticos Ltda.

O deputado exerce seu segundo mandato consecutivo na Câmara e é pré-candidato a prefeito de João Pessoa.

Fonte: O Antagonista

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui