Prioridade: Romero quer implantação de serviço de oncologia infantil

20
0
COMPARTILHAR

Desde que assumiu o mandato, o deputado federal Romero Rodrigues, estabeleceu como prioridade para este primeiro ano na Câmara, a destinação de emendas para implantação de serviços de oncologia infantil na Paraíba. O objetivo é viabilizar recursos para a criação de duas unidades de atendimento, sendo uma no Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC) e outra no Hospital da FAP, ambos em Campina Grande.

De acordo com o deputado, as crianças paraibanas que residem no sertão do estado e na região de Campina Grande, por exemplo, precisam se deslocar para a capital, João Pessoa, e até mesmo outros estados como Pernambuco em busca de tratamento contra o câncer pelo SUS. Romero Rodrigues explicou também que, além de solucionar o problema do direito ao acesso rápido aos serviços de saúde, a criação das unidades de oncologia infantil vai contribuir para reduzir o desgaste provocado pelas viagens em longa distância.

“É um transtorno na vida dessas crianças, além de todos os problemas que a doença traz nessa fase da vida, ainda precisarem ficar longe do convívio familiar, viajando vários quilômetros para ter uma esperança de cura. Quem já teve um familiar nessa situação sabe o quanto é difícil até para um adulto, imagine para uma criança. Isso precisa mudar urgentemente”, afirmou o deputado.

Ainda segundo Romero, o Hospital Universitário de Campina Grande aguarda a doação, pelo Governo Federal, de uma área ao lado do prédio do HU e que pertence à União para iniciar a construção da ala de oncologia infantil da unidade. O deputado vem acompanhando pessoalmente o processo de doação do imóvel junto à Secretaria do Patrimônio da União, onde já esteve em audiências com a equipe técnica do órgão.
“Tanto o HU quanto a FAP possuem quadros técnicos de excelência na área de oncologia. É inadmissível que estes profissionais não possam usar suas experiências para salvar vidas. As direções dos dois hospitais estão empenhadas em criar os serviços de oncologia infantil nas suas unidades e o nosso mandato será pautado nesta luta, que é um direito das nossas crianças”, garantiu Romero Rodrigues.

Fonte: Ascom

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui