Ruy defende profissionais de educação física após decisão do TJ

44
0
COMPARTILHAR

A derrubada da lei estadual que permitia a entrada gratuita de profissionais da educação física em academias para acompanhar os alunos foi criticada pelo deputado federal Ruy Carneiro. O parlamentar saiu em defesa da categoria e acredita que a decisão vai prejudicar milhares de trabalhadores paraibanos.

“Os profissionais de educação física devem ter acesso aos locais de trabalho sem pagar taxas abusivas. Isso é um retrocesso”, lamentou Ruy.

O deputado acredita que a decisão da justiça paraibana também pode gerar impactos negativos para os alunos. “Além de prejudicar milhares de trabalhadores em toda a Paraíba, essa decisão pode provocar a elevação dos custos para quem utiliza os serviços. Em caso de cobranças abusivas para os professores acessarem os locais das aulas, parte desse percentual pode acabar sendo repassado para os praticantes de atividades físicas”, acrescentou.

Ruy revelou que as discussões sobre a temática estão avançando no Congresso Nacional e reforçou a necessidade de acelerar o debate. “As discussões sobre a temática foram iniciadas no Senado. Nossa luta é para que Congresso agilize o debate, escute todos os segmentos envolvidos e consiga encontrar um caminho equilibrado. Dessa forma, vamos lutar para que o direito dos profissionais será garantido de forma definitiva em todo o país”.

O livre acesso dos personal trainers nas academias foi debatida no Congresso Nacional nesta quarta-feira (12), durante uma audiência pública. O projeto de lei 4.717/2020, do senador Jorge Kajuru, prevê que esses profissionais possam transitar gratuitamente em unidades de promoção de saúde física, academias e similares. A matéria deixa claro que esse acesso livre deve acontecer especificamente nos horários de atendimento dos alunos regularmente matriculados nessas unidades.

Fonte: MaisPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui