Justiça condena casal Braiscompany a 149 anos de prisão por fraudes e mais 8 réus; veja lista

17
0
COMPARTILHAR

O processo que apura o suposto esquema de fraudes na Braiscompany estava concluso para julgamento há dias. Ontem, o juiz da 4ª Vara Federal em Campina Grande, Vinícius Costa Vidor, publicou a sentença.

Foram condenados o casal, Antônio Inácio da Silva Neto (88 anos e 7 meses) e Fabrícia Farias (61 anos e 11 meses), além de outros 8 réus e montante a ser reparado de R$ 277 milhões em danos patrimoniais e R$ 100 milhões em dano coletivo.

Na época 13 pessoas tinham sido denunciadas pelo MPF. O casal está foragido desde 16 de fevereiro, quando foi realizada a primeira fase da Operação Halving da Polícia Federal.

Confira os nomes e penas:

ANTÔNIO INÁCIO DA SILVA NETO – 88 anos e 7 meses
FABRÍCIA FARIAS – 61 anos e 11 meses
MIZAEL MOREIRA DA SILVA – 19 anos e 6 meses
SABRINA MIKAELLE LACERDA LIMA – 26 anos

ARTHUR BARBOSA DA SILVA – 5 anos e 11 meses
FLÁVIA FARIAS CAMPOS – 10 anos e 6 meses
FERNANDA FARIAS CAMPOS – 8 anos e 9 meses
CLÉLIO FERNANDO CABRAL DO Ó – 19 anos
GESANA RAYANE SILVA – 14 anos e 6 meses
DEYVERSON ROCHA SERAFIM – 5 anos

Veja aqui a sentença na íntegra

A investigação do MPF na Braiscompany

A operação investiga uma movimentação financeira de R$ 2 bilhões feita pela Braiscompany em criptoativos. Dois mandados de prisão foram expedidos tendo como alvos o empresário, Antônio Neto, e a esposa dele, Fabrícia Farias Campos.

Na operação a Justiça Federal também determinou o bloqueio de bens e a suspensão parcial das atividades da empresa.

Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Campina Grande, João Pessoa e São Paulo – na primeira fase.

Fonte: Jornal da Paraíba

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui