Juiz nega requerimento que pede adiamento de audiência do padre Egídio

15
0
COMPARTILHAR

O juiz José Guedes Cavalcanti Neto, da 4ª vara criminal de João Pessoa, recusou nessa segunda-feira (13), o requerimento da defesa do padre Egídio de Carvalho que pediu o adiamento da primeira audiência de instrução da Operação Indignus, que investiga se o religioso liderava um esquema de desvio de recursos do Hospital Padre Zé.

Segundo a decisão, o acusado poderá participar da audiência virtualmente e caso não possa ser interrogado, serão ouvidas apenas as testemunhas arroladas pelas partes. Em seguida, será marcada uma nova audiência para o interrogatório do réu, o que não comprometerá o direito ao contraditório e à ampla defesa.

Além disso, o juiz determinou que uma ex-diretora do Padre Zé continuasse presa, com o objetivo de priorizar a análise do processo. No momento, o padre está preso em domicílio para se recuperar de uma cirurgia abdominal de urgência para a remoção de um tumor.

De acordo com os advogados de defesa, foi alegado que que o padre estaria com uma delicada condição de saúde, e apresentaram um documento médico recomendando repouso absoluto por 60 dias.

Fonte: Portal Correio

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui