Diá admite atuação ruim em vitória e deixa futuro no Campinense em aberto

41
0
COMPARTILHAR

Com um gol do lateral-esquerdo Ângelo logo aos 2 minutos de jogo, o Campinense venceu o Atlético de Cajazeiras em confronto válido pela oitava rodada do Campeonato Paraibano e subiu para a quarta posição na tabela de classificação, dentro da zona que classifica para as semifinais.

Apesar dos pontos importantes que fizeram a Raposa subir na tabela, o tom do treinador Francisco Diá após a partida foi de muito descontentamento, não somente pela atuação diante do Trovão Azul, mas de como vacilos de seu time em toda competição que fazem com que, em tese, as chances de avançar para a próxima fase sejam remotas.

– De positivo foi a vitória, porque a gente não fez um bom jogo. Na verdade, mesmo não fazendo um bom jogo, a gente abusou de perder gols. A gente cria muitas oportunidades, mas você só trabalha como treinador de futebol até o último terço do campo, não entra em campo para marcar. Foi essa a tônica do Campinense durante toda competição, você criar, criar, chega a chance de gol, mas o ataque não tem acertado o gol. A gente não encontrou aquele jogador que coloca essa bola para dentro, nem os jogadores do lado, nem os jogadores que tiveram uma camisa 9. Talvez se a gente tivesse feito um placar, acho que quatro ou cinco gols, uma diferença dessa boa, a gente ia brigar na última colocação (no G4). Claro que a gente vai brigar ainda, mas depende do resultado dos outros. O campeonato não foi tão difícil, mas nós perdemos pontos para equipes abaixo, que não vão disputar o título, que estão abaixo da nossa equipe, lá nas últimas colocações, e a gente foi penalizado por isso – lamentou

Com 11 pontos, o rubro-negro está na quarta posição da tabela, mas somente um ponto a frente do Sousa, que tem pela frente o São Paulo Crystal e Pombal, enquanto o time da Bela Vista encara o Treze no último jogo da primeira fase. CSP e Nacional de Patos, que se enfrentam na última rodada, também estão com 10 pontos.

Apesar de afirmar que o Campinense vai lutar até o fim pela vaga nas semifinais, Diá deixou em aberta a possibilidade de não estar a frente do time no Clássico dos Maiorais. Isto porque o treinador afirmou que precisa resolver algumas questões com a direção do clube antes de pensar na partida do próximo sábado.

– Vou ter uma conversa com a diretoria pra gente ver o que está acontecendo e nesta semana vocês saberão – declarou.

Segundo apuração da página ParaibasFC no Instagram, o descontentamento do técnico é porque ele foi um dos poucos a não receber seu salário no mês passado, o que tem incomodado o profissional. Porém, ainda segundo a publicação, alguns “abnegados” já se reuniram para levantar o valor necessário e fazer com que Diá siga normalmente na Bela Vista.

Fonte: Equipe Vozdatorcida

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui