Cotado para substituir Biden, Gavin Newsom diz que não irá trair o presidente dos EUA

29
0
COMPARTILHAR

Durante o debate presidencial em Atlanta, o governador da Califórnia, Gavin Newsom, demonstrou apoio explícito ao presidente Joe Biden, em meio a preocupações levantadas por importantes democratas sobre a capacidade de Biden de liderar o partido na próxima eleição. Notícias e comentários emergiram após o debate, levando a debates entre democratas sobre a continuidade de sua candidatura. Segundo a CBS/CNN, essas discussões ganharam voz com David Axelrod, comentarista político, sugerindo a possibilidade de Biden não continuar na disputa.

Após o debate, questionado sobre a possibilidade de substituição de Biden como indicado pelo partido, Newsom respondeu firmemente, descartando qualquer hipótese de virar as costas para Biden. Ele enfatizou a lealdade dentro do partido e a falta de desafiantes democratas sérios para a indicação presidencial. Enquanto isso, a vice-presidente Kamala Harris reconheceu o início difícil no debate, mas destacou o forte encerramento de Biden, apontando para a sua defesa durante os ataques de 6 de janeiro contra o Capitólio dos EUA e suas posições sobre mudança climática e outros temas como pontos altos da noite. Harris e outros oficiais do partido e da campanha reforçaram a melhoria do desempenho de Biden conforme o debate progredia, contrastando-o com o ex-presidente Donald Trump.

Além das discussões sobre a capacidade de Biden continuar na corrida, o próprio presidente respondeu positivamente sobre seu desempenho durante uma visita a uma lanchonete após o debate, apesar de enfrentar problemas de saúde como refluxo ácido e resfriado, que afetaram sua voz durante o evento. As preocupações sobre sua idade e vigor também foram temas de debate, dado que Biden, aos 81 anos, é o presidente mais velho na história dos EUA e tenta um terceiro mandato na Casa Branca. O próximo grande evento para o partido Democrata será a convenção nacional em Chicago, marcada para 19 de agosto, onde Biden e Trump serão formalmente nomeados por seus partidos.

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui