Concurso Público Nacional tem mais de 2,1 milhões de inscrições confirmadas

18
0
COMPARTILHAR

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos fechou o balanço final das inscrições no Concurso Público Nacional Unificado (CPNU), modelo inovador de seleção de servidores públicos criado pela pasta. Ao todo, 2.144.435 de candidatos tiveram suas inscrições confirmadas e disputarão as 6.640 vagas ofertadas no certame, que já é o maior seletivo de vagas para o serviço público da história do país. O número total final de inscrições se refere à soma dos candidatos isentos (600.875) e dos inscritos que tiveram o pagamento aprovado (1.543.560) .

O estado de São Paulo foi a unidade da federação com maior número de inscritos confirmados, com o total de 228.452, seguido pelo estado do Rio de Janeiro, 223.248 e o Distrito Federal, com 220.442.

Os cinco cargos com mais inscritos no concurso foram, na sequência: Técnico em Indigenismo (FUNAI) – Nível Médio (323.250); Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas (REGIÃO NORDESTE) (IBGE) – Nível Médio (316.543); Auditor-Fiscal do Trabalho (MTE) – Auditoria e Fiscalização (315.899); Analista Técnico-Administrativo (AGU) – Graduação em qualquer área de conhecimento (297.114); Analista Técnico-Administrativo (MGI) – Graduação em qualquer área de conhecimento (288.859).

Com a divisão por blocos temáticos, o sistema de seleção do CPNU busca potencializar as aptidões de cada candidato, consequentemente suprindo da melhor forma as demandas dos diversos órgãos federais por novos servidores. Cada candidato se inscreveu em um único bloco temático, com a possibilidade de concorrer a todos os cargos desse bloco. Confira o balanço final de inscritos em cada bloco temático:

Mais detalhes sobre as inscrições serão divulgadas em entrevista coletiva, conduzida pela ministra da Gestão, Esther Dweck, a ser realizada nesta sexta-feira (23/2), às 14h. A coletiva será transmitida no canal do MGI no Youtube.

Sobre o Concurso Nacional

O objetivo do CPNU é promover igualdade de oportunidades de acesso aos cargos públicos efetivos; padronizar procedimentos na aplicação das provas; aprimorar os métodos de seleção de servidores públicos, de modo a priorizar as qualificações necessárias para o desempenho das atividades inerentes ao setor público; e zelar pelo princípio da impessoalidade na seleção dos candidatos em todas as fases e etapas do certame.

A prova do Concurso Nacional será no dia 5 de maio e será aplicada em 220 cidades , localizadas em todas as Unidades da Federação, com questões objetivas específicas e dissertativas, por área de atuação.  A divulgação dos resultados das provas objetivas e preliminares das provas discursivas e redações será realizada em 3 de junho. O resultado definitivo será anunciado em 30 de julho. A etapa de convocação para posse e realização de cursos de formação começará no dia 5 de agosto.

Fonte: gov.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui