Infecção urinária: sintomas, cuidados, causas e a importância da higiene

21
0
COMPARTILHAR

A infecção urinária, também conhecida como ITU (Infecção do Trato Urinário), é uma condição que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Ela ocorre quando microrganismos, geralmente bactérias, invadem o sistema urinário, afetando órgãos como a bexiga, uretra, rins e ureteres. As mulheres são as mais atingidas, já que têm a uretra mais curta, além de uma maior proximidade entre a vagina e o ânus. No entanto, homens também estão sujeitos à contaminação, especialmente quando há doença prostática associada.

A infectologista do Hospital IGESP, Dra Ana Paula Jafet, explica que a má higiene da região íntima é uma das principais causas para contrair a doença. “Apesar de existirem diversos fatores que podem resultar em uma infecção urinária, a falta de cuidado e de higiene íntima contribui para o surgimento de microrganismos, sendo uma das principais causas”.

Ela esclarece que as infecções do trato urinário têm alguns subtipos, caracterizados pelo local mais afetado:

– Uretrite: neste caso, as bactérias estão concentradas na uretra, gerando inflamação nesta região, ardor ao urinar, pus e aumento no número de micções, mesmo que a sensação de bexiga cheia continue. As principais bactérias envolvidas são a Neisseria gonorrhoeae (mesma bactéria da gonorreia) e a Chlamydia trachomatis. A prática sexual é a principal via de contágio, e o tratamento envolve o uso de antibióticos;

– Cistite: mais comum em mulheres, este tipo de infecção é provocado por bactérias que atingem a região da bexiga, sendo a Escherichia coli a principal causadora. O paciente pode apresentar sintomas como febre baixa, ardor ao urinar, sangue na urina e vontade frequente de urinar. O tratamento costuma ser feito à base de antibióticos;

– Pielonefrite: considerada mais perigosa que as outras duas infecções, a pielonefrite pode evoluir sepse caso não seja tratada adequadamente. É potencialmente grave, pois há riscos das bactérias caírem na circulação sanguínea, causando infecção generalizada. Os principais sintomas são dores na região lombar, febre, calafrio, mal-estar, dor/ardência e muita vontade de urinar.

Além dos subtipos de infecção, a recorrência da ITU é comum em alguns pacientes e requer investigação mais aprofundada. A Dra. Ana Paula esclarece: “Além de hábitos inadequados de higiene, a repetição da infecção urinária pode ser causada por fatores como anatomia e sistema imunológico enfraquecido.”

Apesar de a infecção urinária ser totalmente tratável, é importante ter alguns cuidados para evitar a contaminação e o agravamento da doença. “Manter higiene pessoal rigorosa, especialmente após evacuar e urinar, é fundamental. Uma dica é sempre fazer a limpeza da área íntima da frente para trás, para ajudar a prevenir a propagação de bactérias da região anal para a uretra”, explica Ana Paula.

A especialista ressalta orientações que podem ajudar a prevenir a ocorrência de infecções urinárias:

Mantenha-se hidratado- forma eficaz de prevenir infecções urinárias, pois ajuda a eliminar bactérias da uretra antes que possam causar problemas;

Esvazie a bexiga- Urinar regularmente ajuda a esvaziar a bexiga, removendo resíduos e bactérias. Se você segurar a urina, essas substâncias podem ficar retidas, tornando o ambiente propício para o crescimento bacteriano.

Evite a utilização de produtos que alteram a proteção da área íntima- sabonetes perfumados e banhos de espuma, podem conter substâncias químicas que desequilibram o pH natural da região genital, isso pode perturbar a flora bacteriana saudável, que normalmente atua como uma barreira protetora contra infecções.

Urine após a relação sexual- estas são medidas que ajudam a eliminar possíveis bactérias e a manter a região protegida.

O tratamento de uma infecção urinária geralmente envolve antibióticos prescritos por um médico. Caso tenha sintomas de infecção urinária, é importante buscar orientação médica para um diagnóstico e tratamento adequados.

Fonte: Notícias ao Minuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui